04 dezembro 2009

Os "inta"...

Não que fosse ainda a minha vontade, mas eles vieram ter até mim...
Foi há quatros dias atrás... Só não foram notícia no Jornal da Noite, porque o Tratado de Lisboa se sobrepôs a tal feito...
Chegaram de mansinho, sem avisarem nada nem ninguém e instalaram-se apropriando-se de mim como se tivesse sido sempre deles...
Não lhes achei a diferença, pelo menos de uma forma imediata...
No entanto, se pensar em todo o percurso anterior, reparo que algo mudou... o tempo começou a deixar algumas marcas, umas mais visíveis que outras... mais físicas... pois psicologicamente a eterna criança lá continua...
Não posso também deixar de reparar que aqueles "amigos" que outrora povoavam o dia a dia se vão desvanecendo... ou porque a vida assim o proporcionou, ou porque simplesmente "assim foi"...
Não bateram à porta, nem lhes senti a entrada... muito menos ainda o peso que eventualmente poderão causar... não os sinto cá ainda... mas a partir daqui cada dia é uma incógnita... espero que boa!
Ainda "ontem" brincava na rua em frente à casa dos meus avós, despreocupado e inocente... radiante porque aos cinco anos sabia contar até 100...
E num repente, chegaram os "inta"... e apesar de hoje saber contar para além de 100... gostaria isso sim de um dia poder chegar a esse número bem redondo... mas bem preenchido, se me entendem!
E "prontes"... tanta coisa porque cheguei aos 30!!!
Possas!!!

4 comentários:

António DOMINGUES disse...

Então parabéns e que contes "intas" todinhos e entres nos "entas" todos.



Um abraço!

pinguim disse...

PARABÉNS!
e olha que ainda não chegaste ao patamar de onde não mais sais: os Entas!!!!
Abraço.

Bruno Cardona disse...

Ola amigalhaço, ja tenho mais dois anitos que tu e olha que afinal os "inta" não são assim tão maus, "possas" estás sempre a reclamar, pah.
O que importa a idade, ninguem tem trinta anos, mas posso dizer que continuas a ter bons amigos, que esperam lêr mais textos idênticos a este, e eu sou um deles.
Tudo de bom e venham mais setenta, pelo menos, eheh.

Um abração

Bruno Cardona

maria disse...

Ola jovem, parabens atrasados.
Um beijinho
Maria