07 setembro 2009

2 cm...

Finalmente resolvi ir tratar do Cartão do Cidadão, vulgo C.C.!
Não que julgue ser algo de tremenda importância, mas convenhamos que dá jeito andar com menos uns quantos cartões na carteira. Mas acho que vou ter saudades do meu B.I. amarelinho... chuifff...
Bem, tal facto não constituiria motivo de registo neste blogue, não fosse o caso de se ter registado algo extraordinário.
Há largos anos que me habituei à altura registada no meu B.I., um sempre agradável 1,71m. É certo que não sou uma pessoa propriamente alta, mas também não faço parte do grupo dos "baixinhos"... Estes 1,71m fazem de mim uma pessoa mediana em termos de estatura, no entanto aquém da média portuguesa correspondente ao sexo masculino, que é de 1,73m. Ora, tornava-se algo frustrante saber que por dois míseros centímetros a minha esbelta pessoa se enquadrava abaixo da média nacional. Nada havia a fazer... mais não deveria crescer, pois perto de entrar nos trintas (credo, cruzes, canhoto) já não pensaria almejar mais um qualquer centímetro que fosse.
No entanto, os milagres acontecem...
Um dos procedimentos para se tratar do C.C. é sermos colocados perante uma maquineta que faz quase tudo, desde medir, tirar fotos, registar impressões digitais e afins... Quando me posiciono para a dita maquineta analisar a minha altura, e após uns sobes e desces da "coisa", eis que surge no ecrã algo inesperado... 1,74m. Juro que só não dei um berro porque o espaço era pequeno e estava cheio de gente.
1,74m... incrível... pensei logo, estou acima da média... uau! Contudo, esta sensação de superioridade pouco durou, pois a funcionária numa tentaiva de confirmar a altura mandou-me lá para aqueles aparelhos mais convencionais de medição e o registo foi apenas de 1,73m. Como numa fracção de segundos se perde um centímetro e se passa de acima da média a mediano... bah
De qualquer das formas, é bom, muito bom... agora estou ao nível da média nacional e o meu C.C. vai ter registado 1,73m... yupiiiiiii :D
Pronto, eu admito, não sou muito alto, é certo... mas sinto-me o maior do topo do meu 1,73.cm... (afinal até aos 30 ainda se cresce) :)
Posso não ser grande, mas estou crescido... Ah, pois é!

5 comentários:

pinguim disse...

Quando fui tratar do meu C.C., as tais máquinas deram-me menos 3 cms do que estava no B.I. Será porque já comecei a minguar ou porque aquilo não regula mesmo muito bem?
Abraço.

AnAndrade disse...

Hey!! Eu sempre tive 1,70m... Vou pensar seriamente em ir tratar do C.C.. Também quero crescer!!! ;)

António DOMINGUES disse...

Quando vi 2 cm, pensei... ( é melhor não).

Para já o meu ainda regista 1.75, até quando não sei, mas que me lembre nas sucessivas renovações não se faziam novas medições.

E de olhometro, passamos a medição óptica, se calhar sempre foi 1.73 ( o que sofreste por te terem feito pensar que estavas abaixo da média).

Quanto ao CC também conhecido por CU ( Cartão único) deixo-te alguns conselhos:
( não o tenho, mas por defeito de profissão, cruzo-me com inúmeras situações)

- compra um lupa, porque os nº da segurança social/ADSE; Fiscal e de saúde, são tão pequenos que não se conseguem ler;

- guarda o antigo cartão de eleitor, porque não vem lá o nº e para além de teres de saber em que mesa voto, as mesas não têm leitor óptico;

- tira um atestado de residência na tua Junta de freguesia, porque como não vem lá visível o local de residência, e só com um leitor óptico e o teu código "secreto" podes confirmar o teu local de residência;
( Já ouvi esta recomendação por um serviço público)


- arranja um cartão com uma foto decente ( o teu clube por exemplo) para poderes PROVAR que és mesmo tu o gajo que está na foto do Cartão;

Não sei quanto tempo durou a sessão de emissão do cartão, mas
a sessão de levantamento demora de 30 a 60 minutos.

O "curso" que te vão dar sobre os códigos do cartão, etc, bem como a confirmação do teu "dedo", pode demorar muito tempo.

Não sei se te disseram, mas o cartão só é emitido pela INCM, se todos os sites o validarem, aí o prazo é cumprido. No caso de um dos sites ter estado em “baixo”, no momento em que a funcionária (o) te disse já está, o teu cartão pode demorar meses a ser emitido.

( A explicação ouvia numa conservatória da Maia, quando um infeliz estudante, em pânico, porque iria fazer exame em JUNHO, e não lhe entregavam o novo CC, que tinha tratado em Março.
A funcionária explicou-lhe que no momento da submissão um dos sites estava em “abaixo”, pelo que ficou "esquecido". Depois, como se a culpa fosse do rapaz, disse-lhe que ele devia ter pedido um dos antigos, que era mais rápido.)

Sim a justificação é parva, mas não é minha.





Nesse mesmo dia assisti a um calvário de validação do "dedo" por um senhor de idade.
Apesar da funcionária saber que o "leitor" do "dedo " dá muitos erros, perguntou-lhe se foi mesmo ele que tinha ido tirar o cartão ou se tinha sido um vizinho...


Este leitor do "dedo" vai ser um bico-de-obra, porque a curto prazo vai haver a tentação de ser o único meio de prova do titular ( daí a foto ser tão horrível) para fins notáriais e bancos. Estás a ver a ficar tudo adiado, porque o "leitor" não te reconheceu o "dedo"...


Simplex ou complex, depende do ponto de vista...

Rabisco disse...

Olá Eugénio!
Lá está, aqui está a prova provada de que estamos sempre a crescer!
=)

Abraço

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Curiosamente seo ha pouco me dei ao trabalho mas vá la que mantive os meus 1,71m ;)

Agora que de facto é um cartao prático, la isso é, apesar de muito deslavado, mas prontes ;)

abraço